fbpx

Bem, como todos (huahuah) já sabem adoro colocar citações de livros que estou lendo… Não, não é do Inovadores em Ação e não, mais uma vez, eu não terminei de ler. Ele é muito boring, apesar do assunto me interessar,não consigo de jeito nenhum terminar.

Mas vamos ao que interessa, o livro hoje é: A arte do varejo: o pulo do gato está na compra. Estou na página 69 de 414.

Logo no prefácio tem uma frase para que muitas pessoas reflitam: E comércio é disciplina o tempo todo.

Então achei interessante também alguns processos que eles utilizam para manter essa disciplina que eles citam, eles tem um manual para compras, então tudo é feito de forma “padrão”. Padrão entre aspas, porque não é um padrão realmente, na verdade eles querem que os compradores fiquem sempre atentos ao mercado no geral. Então com isso tudo dando certo eles implantaram o sistema de administração por resultados (APR).

Uma das mais importantes, para se entender o porque o livro foi escrito é saber que no ato da compra já se inicia a venda se as pessoas entendessem isso com certeza as compras seriam realizadas de forma melhor e não só achando que o feeling serve para tudo, temos que estudar. E para continuar ele fala: o ato de comprar, nos dias atuais, exige procedimentos muito mais técnicos e científicos do que no passado.

Esses procedimentos que ele fala é sempre ficar atendo aos mercados: consumidor, fornecedor e concorrentes, então logo de inicio mantém isso para entrar na cabeça de quem está lendo: ficou mais importante saber o que o consumidor deseja, o que está disposto a pagar, a qualidade que quer, a cor preferida.

Agora vou citar um paragrafo inteiro, porque é o que mais me chamou a atenção até agora, vivo muitas vezes isso: O comportamento, junto com a faixa etária, é o que atualmente mais define o público-alvo. É imprescindível estabelecer um público-alvo, um mix de produtos, uma loja que agrade o cliente que o lojista deseja e que o faça retornar. Isso deve ser uma nova filosofia, um objetivo, e pode ser uma consequência, pois não se pode como vimos anteriormente, desprezar o mercado e suas mudanças.

Eu reparo muito que as pessoas estão muito preocupadas com as vendas, mas nunca falam que o mais importante é o cliente, o mais importante não é a venda, mas sim o cliente, é ele que vai comprar e não vejo isso ser falado. Então no fundo é isso que vai ser passado para o cliente, que eles estão fazendo apenas transações, e isso não faz o cliente se sentir especial.

Mais um problema é achar que as coisas sempre vão se as mesmas, sinto que as vezes as pessoas estão tão acostumadas com seus mundinhos de anos que não percebem que lá fora está tudo mudando: o mundo e o logista precisa acompanhar a mudança para não cair fora do mercado.

Sobre as pesquisas para os clientes ele fala: é válido, uma vez por ano, fazer uma amostragem dessa natureza. Sempre procurando saber o que os clientes estão querendo e se os hábitos continuam os mesmo.

Mas ele deixa claro em outra citação de que só comprar não garante que tenhamos um bom negócio.

Tem ainda ao final de cada assunto uns depoimentos e no depoimento de Francisco Miranda Campos (Gerente da Regional Sul da IBM Brasil), dando o depoimento sobre ser um fornecedor da rede Grazziontin fala: no passado, ter muitos fornecedores era sinal de maior competitividade e melhores preços. Hoje, esse conceito também está ultrapassado, pois o custo de gerenciamento de diversos fornecedores está sendo trocado pela parceria entre empresas.

Então fica clara a necessidade das empresas se enxergarem como parceiras e que quando uma ganha a outra também ganha, mas nem sempre é o que acontece, parece mesmo que estamos lidando com concorrente vendendo pra gente.

Voltando ao assunto de que apesar de compras ser o inicio do processo de vendas, mas que apesar disso ela não faz as vendas sozinha ele fala: é do conjunto de ações que dependem as compras, por isso indispensável conhecer bem o próprio negócio.

E novamente ele fala da importância de repeitar certos parâmetros, principalmente o desejo do consumidor…


Mais um depoimento que eu achei interessante foi o do Lindones Maciel gerente da loja Tottal em Vacaria: O que sempre nos preocupa é a falta de produto, pois nós, gerentes e vendedores, perdemos negócios por não termos a mercadoria no ponto-de-venda ou no depósito central. Além disso, frustramos nosso cliente, que gosta de chegar à loja e encontrar o que precisa.

Thats all folks!!!

Espero vocês em uma próxima conversa, agora eu aprendi que posso utilizar aqui como um local para desabafar sobre meu sofrimento profissional…

xoxo


7 comentários

João Júnior · 3 de agosto de 2014 às 17:38

Ótimos post, me ajudou bastante em um trabalho!
Valeuuuu!

Daniella Simões · 12 de julho de 2017 às 00:12

João, sei que estou muito atrasada, mas estou de volta ao meu blog e queria agradecer seu elogio, pois fiquei muito feliz em lê-lo. Abraços e qualquer dúvida, estou à disposição.

AustRoaday · 3 de maio de 2019 às 21:05

Acheter Cialis Pharmacie Ligne online cialis Decadron Mail Order Cialis Impressioni

Kelowes · 30 de maio de 2019 às 15:55

Cheapest Retin A Topical Propecia Side Effects Hair Loss Treatment cialis cheapest online prices Buy Prednisone For Dogs No Prescription Le Cialis Blog Cialis Generika Wirkung

AustRoaday · 1 de junho de 2019 às 08:35

Comprare Kamagra Piccola QuantitР С–Р’В  canadian pharmacy cialis Amoxicillin And Wine

Kelowes · 10 de junho de 2019 às 00:00

Viagra Order Online Usa cialis Bas

AustRoaday · 14 de junho de 2019 às 21:31

Pfizer Viagra Cheap Where Can I Get Viagra Online Propecia Scalp Pain Propecia Generico Farmacias Prix Viagra Pas Cher En Saint Buying real worldwide isotretinoin best website mastercard

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami