fbpx

Uma ferramenta para estratégia de marketing digital que ainda causa muita dúvida, mas nesse post quero mostrar como vale a pena e quem sabe assim você o escolha como seu próximo queridinho?

Esse post será um resumo do que vi no evento Email Marketing Summit. 

Algumas dúvidas que ainda vejo por aí são: como fazer um email marketing que dê resultados? Ou: será que o email marketing é uma boa ferramenta para o meu negócio?  Já vou responder a segunda pergunta de uma maneira mais sucinta e com alguns dados ao longo do post para você ter certeza. Sim, email marketing é uma boa ferramenta para qualquer negócio. 

Esse post é para que você tenha noção das etapas e fique atento para questionar a agência/profissional do que estão fazendo e ficar atento também a todas as etapas que exige a elaboração de um email marketing.

3 motivos para investir em email marketing:

  1. é uma ferramenta barata (nem precisava dos outros 2, né?);
  2. você consegue mensurar os dados de quem recebeu, de quem abriu e de quem clicou, resumindo, você consegue saber quem está interessado e no que está interessado para continuar “conversando” com aquela pessoa
  3. é fácil combinar com outras ações, então ele pode fazer parte do seu mix de comunicação e agregar nos resultados, sendo uma ferramenta secundária ou primária.

Agora, imagino que você está mais interessado em saber como fazer um email marketing bom para seus usuários. Lembre-se que as informações abaixo são para você ter uma noção de todas as etapas da elaboração do email marketing, o que é essencial para o planejamento, mas todas elas serão realizadas pela agência/profissional que você vai contratar. Então não precisa se assustar. Vamos lá?

O planejamento se inicia com um pequeno plano, para responder algumas questões e definir sua estratégia, após você pensa na arte, elaboração do código HTML, testes, plataforma de envio e por fim e não menos importante análise dos dados.

Você até pode parar de ler aqui, mas vai perder o detalhamento de cada etapa.


Antes de começar efetivamente o planejamento, compartilho com você uma informação de ouro. Fique atento.

Mailing

Não é para comprar um mailing por aí. Você tem que fazer sua própria base, só assim suas ações vão dar certo, pois você terá pessoas que realmente estão interessadas no seu assunto.

Se você compra uma base de pessoas aleatórias você está dando um tiro no pé, como fala o velho ditado.

  1. porque as pessoas não estão interessadas no seu assunto
  2. por mais que o vendedor fale o perfil desses emails, ele não tem como saber isso, pois é uma junção de várias bases para dar volume apenas
  3. a maior parte das pessoas que vai receber seu email vai considera-lo como Spam, e assim você vai prejudicar seus próximos envio

A sua base pode ser feita de várias maneiras. Solicitando o email dos usuários do seu site, ou ainda fazendo um material com assunto interessante para trocar “gratuitamente” por emails de pessoas interessadas no seu assunto. Ou ainda fazendo campanhas pagas para arrecadar email.

O que é realmente importante é que a pessoa, verdadeiramente, esteja interessada no assunto que vai receber.

Agora sim, vamos começar?

Ahh o planejamento, tão negligenciado pelas pessoas, tanto no âmbito pessoal, quanto no profissional, mas a verdade é que ele é necessário para o sucesso de qualquer ação que você vai tomar.

Então para iniciar seu planejamento de email marketing, já defina alguns pontos como:

  • Quem: para qual público vai ser enviado?
  • O que: que tipo de mensagem será enviada? será uma campanha? Ou será apenas um envio?
  • Quando: que data será enviada? (se não for uma ação sazonal, não escolher uma data aleatória, entender o porque será enviado naquela data, tem que pensar estrategicamente)
  • Onde: defina o alcance da sua campanha/envio. Será enviado para o Brasil todo? Será enviado apenas para o estado de SP? (para isso você tem que ter uma lista de mailing muito bem definida).
  • Porque: qual o motivo você está enviando essa mensagem, ou fazendo essa campanha? Descubra qual dor que você quer sanar do seu cliente.
  • Como: defina plataforma que será realizado o envio. Locaweb, Mailchimp, Dinamize, Templateria, entre outros. Estude bem todas as possibilidades, pois cada uma terá seus pontos fortes e seus pontos fracos.

Todas essas informações unidas a algumas outras, como referências, por exemplo, vão compor seu briefing (conjunto de informações que você vai passar para agência/profissional para eles consigam desenvolver o que você quer).

Dica rápida: O email marketing é responsivo, mas você mandou para um site que não é responsivo? Não faça isso! Mantenha a qualidade da experiência do seu usuário.

Os emails marketing que fazem mais sucesso, são os que “falam” diretamente com o usuário. Temos que lembrar que ele é uma ferramenta de marketing, mas é muito pessoal, então é interessante que os assuntos sejam direcionados considerando o interesse do usuário que vai receber, e a forma de comunicação tem que ser de ‘um para um’, lembre-se sempre de que tem um ser humano recebendo suas mensagens.

Para conseguir falar de ‘um para um’ é muito importante definir quem é seu público, quem vai receber suas mensagens. São mulheres? Homens? Qual a faixa etária? Esse público tem uma linguagem específica? E a dica mais simples: não use “Vocês”, sempre utilize “Você”, vai indicar uma comunicação mais pessoal.

Elaboração da Arte

Lembre-se: design é forma e função. Então além de ser bonito, o email tem que ser útil para o usuário, senão ele vai desconsiderar, e seu objetivo não será atingido.

Tenha em mente que o designer (profissional que faz design) tem que ter a liberdade de alterar o layout, pois email marketing é uma peça que não pode ser engessada, principalmente quando se trata de um responsivo.

Fonte: https://resultadosdigitais.com.br/blog/exemplo-marketing-pascoa/

Elaboração do Código HTML

O que você vai ter que fazer nessa etapa é ter um profissional que entenda de como adaptar o layout do email marketing para a visualização em todas as telas, não é necessário aprender a programar. Mas lembre-se que o profissional que irá fazer o design também precisa entender o mínimo de programação, pois nem todo design é possível ser adaptado para HTML.

Além disso é importante o programador conhecer a plataforma de envio, pois podem ter peculiaridades que são importantes no momento de fazer a programação. E não se engane, o trabalho é bem detalhado e necessita de um bom profissional.

Fonte: http://i.imgur.com/CrQfapz.gif

 

Testes

O complexo dessa etapa é: se para cada envio fosse feito todos os testes necessários para saber se o email marketing vai chegar como planejamos para todas as pessoas, seriam necessários mais de 70 testes. Temos entre eles, sistemas de e-mail (Gmail, Yahoo, Hotmail…), navegadores (Chrome, Firefox, me recuso a citar aquele com a letra E…) e ainda sistema operacional (Ios, Windows, Linux, Android…) é…, até sistema operacional influencia na visualização do email marketing. Até mesmo o lançamento de um novo aparelho influência na qualidade do email marketing.

Entendem a necessidade de um bom profissional agora? Um profissional que já tenha experiência no email marketing já vai saber fazer a adaptação para que chegue no maior número de pessoas possível sem que o layout seja influenciado.

Dica rápida: Muito tem-se falado do teste A/B. Mandar email marketing com títulos diferentes, por exemplo, para saber qual terá mais abertura, ou ainda, mandar com imagens diferentes para saber qual vai gerar mais cliques e assim por diante. É uma técnica muito antiga, mas que até hoje funciona muito bem.

Fonte: https://www.dinamize.com.br/wp-content/uploads/2015/05/animacao-teste-ab.gif

Plataforma de Envio

Não conheço muitas plataformas, o que posso falar sobre essa etapa é: façam pesquisas com amigos e contatos para saber o que eles usam, mas cuidado com as plataformas que oferecem o serviço muito baratinho, nunca é bom sinal. Você tem que estar com uma plataforma que confia, pois a entrega dos seus emails podem ser comprometida por causa do servidor.

Se o servidor já está comprometido, e se  já é considerado pelos serviços de emails (Gmail, Outlook, Yahoo, Hotmail..) como Spam, o seu email será considerado Spam, então cuidado no momento de escolher esse serviço de envio.

Dica rápida: Hoje em dia são os usuários, de forma colaborativa, que definem o que é Spam. Se os usuários começam a clicar em “Esse e-mail é um Spam” os seus emails serão penalizados e ficarão em uma lista negra, você vai também prejudicar todo o servidor escolhido para o envio do seu email. Por isso é importante ter pessoas na sua lista que realmente estão interessadas em receber seus emails.

Outra coisa para ficar atento é a questão do código, se ele vai ser “aceito” na plataforma de envio. Acredite, pode dar problemas, já sofri muito com isso. Email desenvolvido em uma plataforma para ser enviada em outra para facilitar o desenvolvimento e na verdade tivemos mais trabalho.

Por isso o teste é tão importante. O início pode dar mais trabalho, mas depois que você tem esse código primário, fica mais fácil de acertar com mais facilidade.

Fonte: https://www.dinamize.com.br/wp-content/uploads/2016/07/Recording-5.gif

Análise dos Dados

Ufa!

Depois desse caminho todo percorrido, eu diria que a próxima tarefa é a mais importante. Analisar os dados. Tem uma máxima dentro do setor de BI que é: “pergunta burra, resposta burra”. Aqui é decisivo para você saber qual o próximo conteúdo a ser elaborado para o seu público.

Não esqueça que o cruzamento dos dados são essenciais para tirar conclusões. Se você ver, por exemplo, que a abertura aumentou em relação ao mês passado, mas esquecer de comparar com o ano seguinte, você pode estar cometendo um erro, pois em relação com o mesmo mês do ano passado você pode ter uma queda, e quedas sempre são importantes de serem analisadas. Além de verificar questão como sazonalidade dentre outros fatores que podem ter originado essa queda ou aumento.

Pense que vai ter meses que, sem motivos aparentes, os dados vão cair, mas o mais importante é que seja elaborado uma estratégia para reverter essa situação. Então não tenha medo dos dados negativos, eles podem te levar a um nível muito mais alto se bem analisados.

Agora que você conheceu como fazer um email marketing, não esqueça de inseri-lo nas próximas ações!

PS.: Tem ferramentas para elaboração e envio de email marketing de forma facilitada, inclusive gratuita, mas ainda sim sugiro você ter um profissional para que te auxiliar em todas as etapas. Essas ferramentas,  podem dar muito mais dor de cabeça, pois nem sempre estão preocupadas com o email ser melhor visualizado no celular ou em outros dispositivos que não o computador.

Bitnami